Warning: Declaration of Cws_Walker_Nav_Menu::walk($items, $depth) should be compatible with Walker::walk($elements, $max_depth, ...$args) in /home/fetal/www/site/wp-content/themes/clinico/functions.php on line 1291
Fetal Health: Teste de paternidade

Teste de paternidade

O Exame de DNA é o teste de paternidade mais preciso atualmente. Deve ser realizado apenas com o consentimento de todas as partes envolvidas e não há restrição de idade para as crianças, assim como não há necessidade de jejum e de mudanças na rotina diária.

Trata-se da comparação das cargas genéticas dos indivíduos, os genes que compõem o DNA, que é formado no momento da concepção e permanece o mesmo até depois da morte, o que possibilita também exames pós morte para os inúmeros fins, inclusive para identificação.

Em se tratando do exame de paternidade, o grau de coincidência deve ser total. Se não for, a legitimidade paterna é excluída. Se todos os genes coincidirem, então afirma-se que o suposto pai é o verdadeiro pai com grau de certeza de cerca de 99%.

A ingestão de drogas, medicamentos ou bebidas alcoólicas não produzem mudanças significativas no DNA a ponto de alterar o resultado de um teste de paternidade.

O DNA utilizado no teste pode ser obtido de células epiteliais da mucosa oral (boca) através de swab (espécie de cotonete que coleta a amostra). Porém pode haver a necessidade do teste intra-útero, antes do nascimento, então, deve ser coletado amostra de células do bebê e isso pode ser realizado através de Amniocentese ou Cordocentese, sendo a primeira de menor risco.

Riscos:

Os riscos para a gestante são muito pequenos, pois o procedimento é realizado com uma agulha fina, leve dor local (tipo de uma injeção) e risco de infecção sempre podem ocorrer, mas são raros e podem ser tratados.

Quanto ao bebê, há o risco de abortamento, ou rotura prematura de membranas.

Uma consulta com Especialista em Medicina Fetal é importante, para o entendimento do procedimento, bem como esclarecimentos das eventuais dúvidas, dos cuidados e dos riscos.

Material para o exame:

Entenda que o teste de DNA é a análise do material genético da célula, logo é necessária amostra de células dos Pais e do Bebê.

Através da Amniocentese podemos coletar líquido amniótico, aquele líquido conhecido por extravasar quando a bolsa rompe no final da gestação. O Bebê está imerso neste líquido, e nele há diversas células do bebê que podem ser capturadas pela aspiração por agulha e utilizadas para determinação da carga genética do bebê.

A carga genética da mãe e do pai é determinada por coleta de amostra de sangue periférico, como se fosse tirar sangue para exames laboratoriais comuns. Tanto a mãe quanto o suposto pai devem fornecer uma amostra.

Na Fetal Health, dispomos de uma equipe de Especialistas habilitados a realização de tal coleta (líquido amniótico) para a realização do Teste de Paternidade intra-útero, agende sua consulta, converse com um de nossos Especialistas, esclareça suas dúvidas.